O SHOW TEM QUE CONTINUAR: DE AMANDA PARA RICARDO, DE FILHA PARA PAI EM 2023

 

Ricardo com a filha Amanda na posse como juiz federal em Brasília

Acabou o espetáculo. As luzes se apagaram. As cortinas se fecharam. As pessoas começaram a levantar pra ir embora. Antes, todos aplaudiram. Alguém sussurrou no meu ouvido “o show tem que continuar”. 

Dia 12 de outubro de 2017 eu assisti o espetáculo de uma fase da minha vida e as luzes se apagaram. Você se apresentou, as cortinas se fecharam, e você saiu pelos fundos, sem me dar a oportunidade de te agradecer pelo show e de te parabenizar, porque havia sido um belo espetáculo. Talvez eu também pediria um autógrafo, você merecia. 



De fato foi um belo show. 18 anos. 18 milhões de histórias, em 1 hora de espetáculo. Um filme passou pela minha cabeça e que sentido teria o show continuar segundos depois de terminar? Mas ai eu saí do teatro, ainda estava de dia, as pessoas viviam normalmente, ninguém estava tão triste com o fim do espetáculo quanto eu. Foi ai que eu percebi, não era uma alucinação. 

O show acabou. Você se foi. Dia 12 de outubro nunca mais seria o mesmo. Naquele momento Deus escolheu que eu caminhasse sem uma parte de mim. E assim foi. 

Caminhei bem lentamente com medo de pisar no chão, com medo de mostrar para as pessoas o quanto doía o fim daquele show. Coloquei sua música preferida e decidi te fazer vivo, dentro de mim, em cada passo que eu desse. 

E assim também foi. Percebi que as memórias do melhor espetáculo que eu ja havia assistido continuavam comigo. E isso nenhum teatro arrancaria de mim. Pouco a pouco eu percebi que aquele encerramento podia ser visto como um capítulo.

Transitório. Afinal de contas, um dia todos nós nos apresentamos antes que as cortinas se fechem. E, um dia, todos os artistas se encontrarão, sem que o espetáculo precise terminar. A vida quis que fosse assim. Perdi você e ganhei um anjo, dia 12 de outubro de 2017. A show tem que continuar. 

Até breve, você foi um grande protagonista. Desses que a plateia grita o nome. Desses que eu berrei o nome ate ficar rouca. Desses que a gente lembra e sente orgulho. 

Parabéns. Um dia eu consigo meu autógrafo. Até lá, te farei vivo, no meu show.



Música favorita de Ricardo, Your Song do Elton John.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Biografia

Ricardo em família

Celebração à memória e ao legado de Ricardo Nohra Simões em 2023